A mulher sábia edifica sua casa

Qual o papel da mulher moderna? | © Dmitriy Murashko

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derruba com as suas próprias mãos.”
por Provérbios de Salomão 14:1

Qual o papel da mulher moderna? | © Dmitriy Murashko

Qual o papel da mulher moderna? | © Dmitriy Murashko

Por muito tempo, achei com todo o respeito ao Livro Sagrado e ao Rei Salomão, o provérbio acima machista e fora de cabimento, pois jogava sobre as mulheres toda a responsabilidade do casamento e por que não de seus relacionamentos? Em fim, pensava: E o homem, qual sua parcela de culpa nessa história?

Com o passar do tempo e a vinda de alguma maturidade, causada pela minha vivência e observação da realidade ao redor, posso dizer que aprendi algo realmente tão libertador  quanto a queima dos sutiãs das feministas nos anos 60. Aprendi que procurar culpados para tudo é uma perda de tempo, de energia e por que não dizer, de responsabilidade.

Nós mulheres nos queixamos muito de nossos companheiros, as mesmas queixas sempre. Meninas, agindo de forma igual sempre obteremos resultados iguais. Após tantos anos de evolução social nós mulheres deveríamos fazer melhor uso de nossa inteligência e senso crítico e buscar soluções mais criativas para nossas velhas reclamações.

Um relacionamento não é  muito fácil, mas não é impossível e a sensibilidade feminina tem papel preponderante nessa edificação diária sim.

Vejamos, nos queixamos que nossos companheiros insistem em agir como moleques, não saindo da barra da saia da mamãe, saindo com os amigos como se não tivessem nenhum outro compromisso, etc. Porém, a dita mulher moderna, insiste às vezes grosseiramente em pagar a conta, quer demonstrar o tempo todo que é mais forte, mais inteligente, que compreende coisas que os homens nunca compreenderão. Diante dessa super heroína, qual a necessidade de ser forte, maduro e responsável? Nenhuma, suponho.

Reclamamos insistentemente, que para nos conquistar os homens fazem tudo, mas depois se acomodam e aquela pessoa sensível, interessada e presente pela qual nos apaixonamos não existe mais. Sinceramente, nós nos mantemos a mesma mulher também? Nós preservamos a tolerância, o bom humor, o mistério daqueles áureos dias? Trabalhamos fora, chegamos exaustas embarcamos na dupla jornada, casa, comida, filhos, nossos companheiros nos vêem sempre de pijamas, roupas largas, cabelos para o alto, cansadas, mal humoradas. Isso não é sexy, não é interessante. Sei que a rotina é massacrante, que o dia a dia é terrível, com o advento dos filhos o tempo fica ainda mais escasso, mas amigas, se nós não somos mais a mesma mulher, como podemos exigir que ele seja o mesmo homem?

As mulheres muçulmanas usam o véu como símbolo do seu recato. Acreditam que o melhor de sua beleza, deve ser guardado para o ambiente familiar e para seu companheiro. Fanatismo, cultura retrógrada e machista? Vamos manter a mente aberta, não sejamos preconceituosas, tentar tirar algo de bom de tudo é um excelente exercício. Nós mulheres modernas, nos perfumamos, nos penteamos, nos maquiamos para quem na maioria das vezes? Para o trabalho certamente, pois quando chegamos em casa, para nosso companheiro, nos despimos de nossa vaidade, isso parece ter alguma lógica?

Vamos procurar um tempo, periodicamente, vamos fazer um exercício, do nada, bem no meio da semana, vamos nos arrumar, pentear, maquiar e perfumar, simplesmente para nosso companheiro, é uma excelente e barata surpresa.

Um relacionamento não é uma guerra, é andar junto, é crescer junto, estar junto, não por obrigação, mas por prazer. Na hora da briga, vamos tentar fazer diferente, vamos parar com atitudes infantis (quem é o imaturo?) e pirraças, na hora que o sangue ferve é difícil, quem me conhece sabe o quanto meu gênio é ruim, mas virar as costas e ficar de mal, não é uma saída inteligente, fazer “greves” estúpidas até que o companheiro admita seu erro então… O que queremos, um pedido de desculpas sinceras, ou uma aceitação burocrática: “Vou concordar para ela parar de falar no meu ouvido”?

Tentemos ao menos uma vez, como um exercício de experimentação agir diferente, se os ânimos estão acirrados, pare, respire, peça um tempinho para que ambos reflitam sobre o que está incomodando tanto, e não cobre uma solução. Surpreenda seu companheiro com seu prato preferido, aquela camisola maravilhosa e serenamente aceite um belíssimo pedido de desculpas (ainda que tácito).

Façamos as pazes com nossa essência feminina, rechacemos tanta agressividade e rancor, tiremos frases como “Eu te disse” dos lábios e nos entreguemos a uma eterna reconquista. Afinal, nossos companheiros nos conquistaram um dia, porém, nós também fizemos o mesmo e a manutenção dessa chama também nos cabe. Não falo, portanto, de anulação, mais sim, de amor próprio de cultivar o amor mútuo.

Não quero ir contra o feminismo, não quero levantar nenhuma bandeira, humildemente pretendo apenas propor uma reflexão para quem ler este texto, que mesmo dedicado a nós mulheres, creio também ser de largo proveito aos homens. Pretendo apenas compartilhar o que aprendi e, diante da sabedoria do Rei Salomão, evoco também outra milenar e importante sabedoria: “O caminho do meio” de Siddhārtha Gautama, o Buda.

Meu nome é Talita Vulcão e acredito que todas as nossas atitudes devem ser sempre edificantes.

Talita Vulcão

Talita Vulcão

Talita Maciel Vulcão, é advogada, funcionária pública concursanda em busca de um salário maior, feliz. Cheia de projetos, com dificuldade de organizar seu tempo em meio a tantos papéis como toda mulher, exigente ao extremo, dura sem perder a ternura (chora com propaganda de ração de cachorro), mais acima de tudo quer um mundo melhor e mais justo para todos, é nisso que ela acredita, assim como que essa conquista depende de cada um de nós.

More Posts - Website

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

45 Respostas para “A mulher sábia edifica sua casa”

  1. Bruno Borges says:

    Um dos textos femininos mais inteligentes e sinceros que já li.

    • Muito obrigada pelo elogio Bruno, é sempre gratificante saber que gostam do que escrevemos com muito carinho. Aguardo mais visitas.
      Forte Abraço!

      • geraldo says:

        vc é uma tola ,em que confias????? no teu saber….. esqueces que és mortal , a mulher sábia como diz o texto ,começa com o temor a deus ,que é o princípio da sabedoria ..

        • Geraldo, obrigada pela visita e pelo comentário, todos são bem-vindos. Creio que devo esclarecer que o site não tem fins religiosos apesar de em muitos momentos nós falarmos sobre temas que possam parecer ter esse enfoque, nos propomos a debater ideias e colocar nossas opiniões e vivências. Por tais razões aspectos ligados a minhas crenças e religiosidade não foram suscitados nesse texto, pois são pessoais, o versículo bíblico, foi usado como tema e fonte de reflexão. Mais uma vez obrigada, e um forte abraço.

          • Ronaldo says:

            PRABENS ESTUDOU TANTO QUE SUPEROU A SEBEDORIA DO HOMEM MAIS SABIO QUE JA EXISTIU NA FACE DA TERRA E OLHA QUE O PROFESSOR DELE NAO APRENDEU COM SABEDORIA TERRENA.

  2. Ana Carolina says:

    Bom… ah que texto lindo… foi dez! Mas nem imagino a sua cara enquanto vc escrevia, pq é realmente um texto “adocicado”. Agora, eu não sei se debruço em sorrisos ou em lágrimas por não ter ninguém para praticar o que li, mas apesar de tudo sei que vivenciei essas coisas por um bom tempo, e se algumas vezes acertei, por tantas outras errei também. Mas espero que o Senhor me abençoe sim, que me dê alguém que me ame mas acima de tudo que eu o possa amar como vc ama e se supera a cada dia.

  3. santos says:

    nao me leve a mal. nossa, esse texto suou bem bacana,uma pergunta voce e totalmente fiel ao que pensa ?

    • Curiosa a sua pergunta Santos… Sim, sou totalmente fiel a tudo que penso e escrevo e isso diz respeito a todos os meus textos daqui do CQA. Isso não significa que eu consiga sempre agir de acordo com os altos ideais que tento passar, pois sou humana. Mas certamente minhas opiniões são pautadas em meus ideias de vida.

  4. PAtrícia says:

    Como gostaria de ser assim…
    contudo sou um terremoto, sou tola… ainda mais em TPM.
    E é exatamente por almejar essa doçura, essa sabedoria, que acabei achando palavras que com toda sinceridade invejo.
    Não sei ser doce, não sei ser carinhosa, não sei sorrir se meu marido me desagrada, e outra não o tenho como meu porto seguro…as vezes me sinto como o homem da casa. Me sinto sobrecarregada, enquanto vejo seu descaso com as responsabilidades, isso me irrita profundamente. Eu o amo, mas só sei dizer… não tenho paciência alguma… Sofro demais, gostaria de ser uma boa esposa, mas não consigo, quando me esforço, pareço uma farsa, não soa verdadeiro, nem p mim, nem pra ele…
    Sinto mesmo por ser assim… Preciso de ajuda.

    • Patrícia, antes de mais nada, gostaria que soubesse que sim, acredito em tudo que escrevo, me baseio em minha vida e experiências pessoais, porém acima de tudo exponho ideais, não consigo, acho que como toda mulher normal, ser um poço de compreensão e doçura sempre. Um casamento é uma conquista e edificação diária e nem sempre fazemos o que é certo ou ideal, porém saber onde estamos errados e tentar retificar é um grande e importantíssimo passo.
      Agora veja, cada ser é único, se você tem dificuldades afetivas que a impeçam de demonstrar carinho, uma terapia talvez possa ajudá-la a vencer essas barreiras, agora se esse é o seu temperamento, não vejo por que deva mudá-lo, afinal, seu marido se apaixonou por você assim.
      Hoje em dia várias mulheres se sentem sobrecarregadas, “homens da casa”, não encontram em seus companheiros a segurança que esperavam, você não é a única que tem esse problema, acredite. Somos mulheres diferentes hoje, os homens também estão diferentes, teremos de nos adaptar, creio.
      Não sei o que a leva achar que não é uma boa esposa, mas acredito que talvez você esteja enganada, você ama seu marido, o amor é a força mais poderosa do Universo, confie nesse amor, sinta intensamente a força dele em sua vida. Tenha fé que as coisas podem se ajeitar, medite sobre seu casamento e tente revisar os pontos de conflito, procure achar soluções que você possa fazer que tenham a ver com seu jeito, com sua personalidade, tente criar novas rotinas, busque dentro de si a vontade de agradar e fazer seu casamento dar certo, com o tempo as soluções surgem. Não desanime e não se menospreze, acredite que você é capaz de edificar um lindo lar e você será.
      Espero que tenha ajudado, boa sorte e muito obrigada pela sua participação. Tudo de bom e de bem para você.

    • Daniel Oliveira says:

      Patrícia, entrei neste blog por acaso, vi sua perspectiva dos relacionamentos e me comovi.
      Escrevi um texto um dia sobre o conselho de Salomão e quero compartilha-lo com você.
      Espero que seja útil.

      A MULHER SÁBIA

      O sábio escritor de Provérbios, inspirado por Deus e mostrando um profundo conhecimento sobre a natureza humana, declarou no cap. 14 Verso 1º, “A mulher sábia edifica a sua casa e a tola com as próprias mãos a destrói.”

      Este enunciado por vezes tem levado mulheres a duvidar da idoneidade do texto ou a pensar e um tom machista por parte do escritor, visto que coloca sobre os ombros da mulher, mais responsabilidade sobre a sustentação do lar do que sobre o marido.

      É necessário, porém retirar o peso machista do texto, explicando a diferença existente entre o homem e a mulher em vários aspectos:

      O homem foi criado para conquistar.
      A mulher foi criada para ser auxiliadora.
      O desejo do homem esta nos olhos.
      O desejo da mulher esta no toque e na fala.

      Analisando este contexto, busquei aqui enumerar quatro características da mulher sábia que a fazem edificar a sua casa.

      Entender a visão do homem em relação à sensualidade
      Cuidados pessoais da mulher sábia
      Evitar situações de exposição ao perigo sensual.
      Buscar fortalecimento Espiritual para o marido

      Não há entre estes quatro pontos hierarquia ou mais importância, o que há é uma necessidade de atendimento aos quatro pontos, pois preocupar-se com três deles e deixar um de fora, trará ainda, instabilidade para o lar.

      Entendendo a visão do homem em relação à sensualidade.

      Para muitas mulheres, é difícil entender porque um homem que tem a sua esposa, tem seus privilégios sexuais, tem intimidade satisfatória em casa, ainda olha para outras e por vezes, tem que levar um “beliscão” para desentortar o pescoço quando passa uma mulher sensualmente vestida.

      Meu convite aqui é para que as mulheres pensem um pouco mais e analisem, por exemplo, a elaboração de um comercial de cerveja desses que passam a toda hora na televisão.

      Note que o foco do criador do filme é chamar a atenção dos homens e para isso usa mulheres com curvas bem definidas e à mostra, cientes de que é isto que chama a atenção dos homens.

      Não seja ingênua em perguntar para o seu marido se ele prestou atenção às curvas, por que ele certamente vai dizer “que curvas?”. É claro que ele prestou atenção, o fim do comercial era esse e é evidente que foi alcançado senão, não estaria vinculando em horários nobres e caríssimos na televisão.
      Muitas mulheres cometem o erro gravíssimo de achar que mulheres sensualmente vestidas ou quase vestidas, não chamam a atenção de seu marido, crendo elas que o que ele tem em casa é suficiente.

      Não querendo desmerecer você neste particular minha querida irmã, mas é evidente que o olhar de seu marido para as “curvas perigosas” de outra, não está ligado à qualidade de suas próprias curvas e sim ao desejo natural do homem em relação às curvas femininas que é maior do que o raciocínio dele e se ele não estiver focado em evitar, ele não consegue, é defeito da natureza caída dele, não é só o seu marido que é assim, todos são e aquele que afirma que não é ou tem algum distúrbio hormonal ou é muito mentiroso.

      Neste ponto então, o foco é fazer você como mulher sábia, entender que os homens são atraídos pela visão e se ele vir alguma mulher que inspire alguma sensualidade, ele pode e deve evitar olhar, mas vai precisar de um exercício mental forte para ele se dominar, pois é contrário a natureza dele, olhar e não desejar.

      A mulher sábia se cuida.

      O cuidado pessoal no tocante à sensualidade é essencial e não deve ser desconsiderado nem à pedidos do próprio marido.

      Entenda, quando ele diz: “Não precisa disso tudo”, ele quer dizer: “Se cuide direitinho, mas faça isto rápido.”.

      Muitas mulheres não entendem o motivo de um tratamento tão grosso de seu marido em determinados momentos e eu aqui quero convida-la a repensar nestes momentos em relação ao contexto; como você estava em relação ao asseio pessoal? Onde e com quem ele estava antes de falar com você? Ou o quê ele estava assistindo na televisão antes da atitude grosseira?

      Parece desconexo, mas não é o homem é guiado pelo que vê e por muitas vezes, ao olhar uma mulher sensualmente admirável seja na televisão, seja no trabalho ou na rua e tornar o olhar para você e perceber algum descuido ou algum indício de desleixo automaticamente geram nele uma insatisfação ou um desconforto em relação a você e isso pode por vezes, forjar o tratamento grosseiro ou desinteressado de que você reclama.

      Irmã, não estou aqui pedindo para que você aumente excessivamente o lucro do cabeleireiro e consequentemente demasiadamente a despesa com este item, mas o cuidado com a aparência é necessário e inclusive com a aparência daquilo que só ele vê, pois lá fora as mulheres cada vez mais se cuidam e mostram que são bem cuidadas, sabendo que isto chama a atenção dos homens.

      O cuidado pessoal é, portanto item indispensável para a mulher sábia, pois ao olhar uma mulher bem cuidada lá fora, ele não vai desprezar você porque está acostumado com uma mulher asseada e bem cuidada.

      Evitando situações de exposição ao perigo sensual.

      Neste item, quero relembrar que o apóstolo Paulo declara na carta aos Coríntios no cap. 6, verso 18, que é necessário “fugir” da impureza ou da cobiça dos olhos, isso quer dizer que o homem não é forte o suficiente para resistir aos ataques sensuais que acontecem em qualquer lugar hoje em dia.

      Por este motivo, a mulher sábia, evita exposições que forçam seu marido a fugir ou aceitar a provocação da sensualidade.

      Algumas mulheres (quase todas), adoram ir ao Shopping com seus maridos, vestem uma roupa bonita, (no caso de minhas leitoras, recatadas e descentes) e vão “desfilar” nas vitrines e corredores das lojas.

      Ocorre que neste lugar em que você, bem casada e feliz vai, nem todas que vão, tem a mesma felicidade sua e por muitas vezes, vão com o único intuito de “achar” algum desavisado que se encante por elas.

      Para conseguir isto elas se vestem (ou se vestem pouco), com único intuito de tornar difícil o controle mental de homens sérios em fugir da sensualidade.

      Ora minha irmã, não quero proibir a senhora de ir ao Shopping, mas quero alerta-la que o seu marido sofrerá uma pressão violenta para se controlar e não admirar as “beldades” que lá estão.

      O mesmo acontece com as tele-novelas, muitas irmãs por não serem sábias, acham que o seu marido esta olhando a mesma coisa que elas na telinha, engano seu minha irmã, uma tática que eu uso quando vejo minha esposa e filha assistindo novelas, é começar a falar dos detalhes sensuais que elas não haviam enxergado, mas que o produtor quis evidenciar para cativar os homens e a reação delas é rapidamente desligar ou mudar de canal.

      Algumas mulheres acham que o seu marido é de “ferro”, afirmo com todas as letras: não é não e precisa sim de toda a sua ajuda para controlar seus impulsos sexuais ou pelo menos guarda-los só para você.

      Outro aviso sério é a exposição de corpos em um clube ou piscina, não seja ingênua ao convidar alguém fora do convívio de seu marido para fazer parte de um passeio onde se usa poucas roupas ou roupas próprias para banho, nestes ambientes, o olhar do homem precisa ser muito controlado e às vezes uma amiga sua sem contato com seu marido pode ser que aos seus olhos não ofereça nenhum perigo, mas aos olhos dele pode ser um problemão.

      É necessário evitar situações que forcem seu marido a exercer uma força extra para se controlar e não admirar curvas alheias, não pense que é fraqueza dele, mas entenda que é de sua natureza e por isso, precisa de sua ajuda para guiá-lo às águas tranquilas.

      Buscando fortalecimento espiritual para o marido

      Agora vem a parte em que você deve mais se empenhar, o cuidado pessoal, a inteligência do pensar do homem ou ainda o cuidado em situações de exposição sensual, são por demais necessários, mas se não forem acompanhados de uma espiritualidade de seu marido, não terão os efeitos necessários para edificar a sua casa.

      Ouço relatos de mulheres que incentivam seus maridos a faltarem na Escola Bíblica Dominical para irem a clubes no domingo, minha irmã não faça isso é um perigo, embora os momentos de lazer familiar sejam necessários, se organize para que as reuniões espirituais não sejam prejudicadas.

      Se há algo que pode fortalecer o controle mental de seu marido no tocante a sensualidade é a exposição da Palavra.

      Você não pode por mais nobre que seja o motivo, privar seu marido de ouvir a Palavra que transforma e guia os homens a uma vida controlada em seus impulsos sensuais.

      A exposição da Palavra e o convívio com outros homens e mulheres expostos à Palavra, é o segredo para uma vida conjugal abençoada e feliz.

      Quando você esta com seu marido é normal vê-lo controlando seus impulsos, desviando o olhar de “curvas perigosas” e fugindo de situações de exposição sensual. Mas e quando você não esta com ele, como será?

      Paulo afirma que “falando entre nós com Salmos, cânticos e hinos espirituais, assim seremos cheios do Espírito.” E somente cheio do Espírito, seu marido vai conseguir fugir da sensualidade e das ofertas que o mundo tem.

      Quanto mais assíduo às reuniões da igreja, mais participante das coisas espirituais for o seu marido, mais você vai poder ficar tranquila quando não estiver com ele, pois ele vai ter um “beliscão” do Espírito quando você não estiver por perto nas situações de risco sensual.

      Vale aqui relembrar a ausência de hierarquia entre estes conselhos, pois você não pode deixar exclusivamente à cargo do Espírito Santo aquilo que é sua obrigação, pois o Espírito Santo pode controlar o seu marido em relação as outras, mas se você não se cuidar, mesmo cheio do Espírito Santo, seu marido vai fugir de você.

  5. Nanci Lopes says:

    Concordo plenamente com td, devemos reconquistar um ao outro tds os dias, pois a viver a dois nao é fácil , mas podemos torná-la uma conquista diária .

  6. Luciano Paiva says:

    Você esta refletindo o princípio biblíco para a mulher de edificadora do lar , com diz a palavra de DEUS “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola derruba com as suas próprias mãos.” Provérbios de Salomão 14:1.

    Deus te Abençõe.

  7. maria alzira b.s says:

    talita…vc leu minha mente!!!
    no serviço do meu marido ,agora, existe um numero de funcionarios feminino para o desenquilibrio da minha ensegurança!!!
    Ele ta cheio de responsabilidades para conseguir uma promoção , mesmo sabendo e agindo com cumplicidade para q ele consiga a tão sonhada promoção, eu encasqueto pensamentos nada produtivos e fiz até greves por ele ser sincero e dizer q preciso emagrecer. seu artigo caiu em meus olhos quando decidi ser uma mulher q edifica a sua casa . pois eu sempre aconselhava outras mulheres e não exercia essa frase biblica!!!!

    • Que bom que você gostou e que isso foi produtivo para você, mantenha esse foco, não fique insegura, não há motivo, concentre-se em ser uma boa mulher, inicialmente para si mesma e depois claro, para seu marido, diante de tanta competência e segurança se o pior acontecer (queira Deus que nunca aconteça), quem perderá muito mais será ele, não é verdade? Paz e Bem, abraços, e obrigada pelo carinho.

  8. Ale Marchi says:

    achei a abordagem do seu texto perfeita!
    outro dia estava conversando com uma amiga e comentei que havia encontrado meu namorado logo após a academia – não tinha tomado banho, estava meio suada… enfim, foi uma exceção à regra, pois geralmente volto em casa e me arrumo. aí ela disse “menina, mas depois da academia não é hora de encontrar namorado! você tem que estar sempre bonita e cheirosa! ficar toda escolachada é pra depois que casar, quando você dá uma trepada meio de qualquer jeito, vira e dorme!”.. parece até engraçado, mas eu vi uma sinceridade no discurso dela, pelo menos parece que é assim que ela age… pois bem, para muitas meninas, você estar arrumada, bonita e cheirosa sempre é sinônimo de se transformar em objeto. eu não concordo. uma roupinha, mesmo que de ficar em casa, que seja bonitinha e fofa, uma lingerie sempre bacana, nunca fizeram mal a ninguém. é como vc disse no fim: o caminho do meio. :)

  9. Nilinha says:

    Gostaria de ler um estudo a respeito de edificar com sabedoria uma casa em seu sentido amplo. Sou construtora e penso que se analisassemos o edificar de uma casa no sentido real de edificação, talvez fosse mais interessante. Por exemplo: a responsabilidade daqueles que vão edificar um lar desde suas bases, alicerces, o cuidado que temos que ter no plano para um casamento, poderíamos chamar de planta para o lar, a compra dos materiais, poderíamos chamar de aquisição dos materiais que serão empregados, tudo num sentido de ordem material e espiritual. Porque vemos tantos casamentos desfeitos?
    Está mais que claro que a sua edificação foi construída sobre a areia. Sugiro que a prezada irmã escreva sobre esse assunto; tenho certeza que ajudará muito a jovem bem intencionados que buscam a sabedoria para edificar suas casas(casamento)

    • Obrigada por suas opiniões, é muito importante essa interação entre os visitantes do site e nós, apreciamos muito a participação de vocês, volte sempre! Acredito que há um outro texto que talvez goste não sei se já o leu, chama-se “Construindo Juntos”. Forte Abraço.

  10. Keyzy says:

    Amei o texto. Quero colocar muito do que li, em prática.

  11. Daisy Schmidt says:

    Ola talita, quero que saiba que ler seu texto hoje foi muito importante para mim, pois estou casa à pouco tempo, e apesar das diferenças entre nós, ele tem um problema que agora também é meu… estava pensando seriamente em acabar com tudo, pois sou tudo isso que você escreveu e isso me impedia de aceitar esse problema, mas esse texto me fez mudar de atitude e pensar melhor no que eu estou fazendo. Se você muda tudo muda!!!
    Obrigado vou passar esse texto para todas as minhas amigas!!!!

    • Que bom que meu texto a ajudou Daisy, fico muito feliz! Casamentos no início sempre trazem adaptações. Geralmente, bem no início o casal vivencia uma “lua de mel” e os problemas surgem com o tempo, mas as vezes ocorrem super crises logo no início. Acho que em qualquer relacionamento tem de se avaliar o que é uma fase e o que é algo perpétuo, imutável e que ou você se adapta e continua ou percebe que não dá para você. A escolha é sua. Com certeza, fazendo as mesmas coisas obterá os mesmos resultados, sempre se devem buscar estratégias para vencer os problemas com companheirismo e cumplicidade. Boa sorte, e meus maiores desejos de felicidade em sua vida a dois.
      Agradeço sua divulgação do nosso trabalho, espero que suas amigas também gostem. Forte abraço!

  12. claudinei says:

    acho que tudo isso que você nos contou resume com muita sabedoria o provérbio 14:1 parabéns que lição nos deu que pensamentos, tenho certeza que a todos que aqui passarem vai ficar um lição de vida.

  13. Ligia Rocha says:

    Claudinei,

    realmente este texto esta bem escrito e será para mim uma lição de vida. Talita como vc foi sabia. Keyzy pretendo colocá-lo em pratica no meu casamento como vc. Tive alguns problemas no meu lar. Procurei na bliblia o que fazer e encontrei essa frase, assim como vc Talita eu me perguntei e o que os homens devem fazer? A responsabilidade é só minha, precurei na inernet alguma coisa para me auxiliar e encontrei seu site e tudo mudou dentro de mim, percebi que se eu colocar em pratica esse ensinamento muita coisa mudaria no meu relacionamento. Depois eu volto para dar meu depoimento.Agradeço por me ajudar nesse momento de minha vida. Um grande abraço.

    • Muito obrigada por seus comentários, e pela visita, espero que volte mais vezes aqui pelo site. Quanto a minha sabedoria, bem, ela é sempre um ideal, como disse nesse em todos os meus textos, nem sempre conseguimos estar fiéis a nossos mais elevados propósitos, mas essa busca contante faz toda a diferença. Forte abraço!

  14. léia says:

    talita muito sábia as suas palavras,acabei de me casar e as vezes sinto que vivo numa guerra com meu marido,mas vou refletir nas suas palavras e tentar mudar as minhas atitudes,muito obrigada.

  15. WANESSA says:

    obrigada pelo texto, me fez ver tanta coisa! realmente maravilhoso

  16. Edson Evangelista says:

    Parabéns pelo Texto.
    cheguei aqui por acaso, Fiz uma pesquisa no google para saber sober onde estava este versículo na bíblia (qual livro, capítulo e versículo). EM primeiro momento apenas olhei a página. e como estava com pressa não me animei em ler o texto. Porem ao descer a página vi o comentário de Bruno Borges
    “Bruno Borges disse:
    17 de novembro de 2010 às 16:48
    Um dos textos femininos mais inteligentes e sinceros que já li.”

    não me contive e li o artigo.
    Simplesmente Fantástico!!!
    Sinceridade absoluta. E essa sinceridade me motivou a ser mais atencioso e dedicado a minha namorada(futura esposa).
    É disso que o homens precisam. Sinceridade por parte das mulheres!
    MUITO BOM O TEXTO.

    PARABÉNS!!!

  17. Zélia says:

    Muito boa a matéria, expressa o que realmente devemos fazer do nosso feminismo. Claro e sem rodeios, fala como uma mulher do séc XXI deveria agir!
    Parabéns

  18. Mara Rúbia says:

    Parabéns….amei sua opinião….um abraço!!!

  19. Dr Antonio Ventura says:

    Parabéns,pelo alto niveo do texto,este site é excelente,espero que continue o padrão,novamente Parabens!

    • Muito obrigada por sua visita e comentário, este projeto é muito importante para nós e saber que é apreciado é motivo de felicidade. Certamente todos os nossos esforços estão voltados para tornar esse espaço cada vez melhor. Forte Abraço!

  20. miriam rita f dos santos says:

    gostei e me identifiquei com quase tudo que vc disse, mas a pergunta é sera que eu mudando ele também mudara? pois não foi só eu que deixei de regar ele também só se arruma para sair, tudo é motivo de brigas etc… o seu marido mudou ou não?

    • Olá Miriam, vou tentar ajudá-la, primeiro acho que a sua tentativa de mudança deve ser a resposta ao questionamento: Quero salvar meu casamento? Vale à pena esse esforço? Trata-se de sua reflexão e sua vontade de mudar, o seu marido acompanhar esse processo é consequência. Bem, quando escrevi esse texto, foi baseado em observações de situações que ocorriam ao meu redor, não em uma crise em minha vida especificamente. Porém, com o passar do tempo essa crise veio. Posso dizer que sim, meu marido está mudando, é um processo, e eu também estou revendo minhas falhas. Acima de tudo ninguém muda se não quiser. Uma conversar franca onde ambos podem colocar suas insatisfações é um excelente começo. Boa sorte! Mande notícias, obrigada pelo contato. Forte abraço!

  21. MARCIO SOUZA says:

    TALITA LI E GOSTEI MUITO DO SEU TEXTO, EU SEMPRE COSTUMO DIZER QUE A MULHER TEM UM GRANDE PODER EM SUAS MÃOS.
    O PODER DE SALVAR SUA FAMILIA, O PODER DE MUDAR O HOMEM, E TAMBÉM O PODER DE ESTRAGAR TUDO.

  22. Paulo Cesar/PR says:

    Nossa, que texto…… que profundidade….. nunca li um texto tão sincero e realista, um artigo sem o fanatismo feminino…… e concordo com tudo que você disse, pois é como vi em uma filme que diz “que cada pessoa tem a voda amorosa que escolheu ter para sí”, ou seja, você mostrou aonde ocorre 99% dos erros, gostei demais do texto, e tomei a liberdade de imprimi-lo e compartilhar com minha esposa, mãe, cunhadas, amigas, amigos, etc…… pois é uma lição para casais e solteiros e solteiras… um texto unissex… parabéns….

  23. Ronaldo says:

    (O PROBLEMA E ESCUTAR É NAO AVALIAR O QUE A BIBLIA DIZ) O PORQUE, AQUILO FOI ESCRITO. SERA SE SALOMAO EM UMA DAS SUAS OBSERVANÇAS NAO REPAROU DIVERSAS FAMILIAS AS QUAIS TINHA MULHERES PRUDENTES É MULHERES TOLAS COMO AS DA PARABOLA DAS 10 VIRGENS! MULHERES QUE SEUS MARIDOS CHEGAVAM CANSADOS FADIGADOS DE PROBLEMAS É AINDA TINHA QUE RECEBER MAIS TONELADAS ALEM DO QUE ELE JA TINHA, É TEMBEM HAVIA MULHERES QUE MESMO COM O SEU DIA DIFICIL CONSEGUIA AGRADAR SEU MARIDO QUANDO ELE CHEGAVA EM CASA E DEPOIS COM MUITO AMOR E CARINHO ELA DESABAFAVA COM ELE E CONSEGUIA RESOLVER OS PROBLEMAS DOS DOIS POIS A VISAO DE UMA MULHER SABIA E TOTALMENTE APLA.

    OU SERA QUE JESUS FOI MACHISTA NA PARABOLA DAS 10 VIRGENS EVANGELHO DE Mateus 25:1-13

Deixe uma resposta

Powered by WordPress | Designed by: All Premium Themes Online. | Thanks to Top Bank Free Premium WordPress Themes, wordpress themes 2012 and Premium Themes